in

Comportamento do filho piora até 1.600% com a presença da mãe e motivo impressiona

Se você é daqueles que acham que qualquer criança piora o seu comportamento quando está perto da mãe, saiba que está certo. E não é achismo. Um estudo realizado pelos cientistas do Departamento de Psicologia de Washington, nos Estados Unidos, comprovaram essa tese.

De acordo com o levantamento, as crianças apresentam um comportamento 800% pior na presença das mães. O índice chega a impressionantes 1.600% se a criança tiver menos de 10 anos.

O estudo acompanhou 500 famílias. Em todo o processo de pesquisa, os cientistas da Universidade de Washington avaliaram falas erradas das crianças para chamar a atenção, birras, carências, gritos e até tentativas de agressão aos pais.

Você certamente já testemunhou crianças que se jogam no chão em locais públicos quando os pais – especialmente a mãe – não fazem o que elas desejam. As birras e gritos são comuns em situações como essa.

A pesquisa mostrou também dois dados interessantes. O primeiro deles é que 99,9% das crianças brincavam tranquilamente antes da chegada das mães. Após notar a presença da pessoa que lhe deu à luz, as crianças tinham chance de chorar em quase 100% das vezes.

Esse índice permanecia alto até com crianças com deficiência visual. Embora não vejam, elas percebem a presença da mãe pela voz. O segundo dado interessante está na explicação.

Os pesquisadores não têm uma definição exata do porquê as crianças tem certas atitudes na presença das mães. Mas, segundo eles, as crianças de 10 anos são muito agarradas às mães e necessitam da atenção delas. Seria esse o motivo da birra.

Leia Também

Next post

Reforço galáctico! Corinthians tenta contratação de brasileiro que está na Europa

Canadá tem primeiro caso de bebê que poderá escolher sua sexualidade quando crescer